Amaciar o motor, você ainda faz isso?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ontem a noite eu estava assistindo um vídeo sobre como amaciar motor de carro 0 km. A informação principal da reportagem foi de que isso não existe mais, que essa prática ficou no passado.

Antigamente isso era preciso, pois as peças eram corrigidas manualmente uma a uma antes da montagem de um motor, ou seja, peças como os pistões, por exemplo, eram lixados antes do encaixe no cilindro, pois as dimensões variavam muito. Isso realmente exigia um maior cuidado nos primeiros quilômetros de uso, para que as peças internas do motor fossem se ajustando.

Na reportagem que eu assisti, um engenheiro contou que no processo de hoje existe um controle muito maior da tolerância e da qualidade da usinagem das peças do motor, e por esse motivo não é necessário nenhum tipo de cuidado durante o período de amaciamento do motor.

Como amaciar o motor

Até concordo que o processo evoluiu. Porém dizer que não há necessidade de cuidados é exagero. Você deve estar pensando com base em que estou contestando as palavras de um engenheiro, não é mesmo? Já iriei explicar.

Primeiramente vou copiar e colar o que está escrito no manual do proprietário de um dos meus carros atuais, fabricado em 2012:

RODAGEM, IGNIÇÃO

Versão a gasolina / Etanol

Até 1.000 km, não ultrapasse 110 km/h e evite rotação no motor acima de 3500 rpm (sempre respeitando os limites de velocidade estabelecidos por legislação e as condições do trafego)

No entanto, só após aproximadamente 3.000 km, seu veículo irá proporcionar todo seu desempenho.

Preciso comentar mais alguma coisa? Está bem, vou resumir o que acho disso numa única frase:

O engenheiro vai contra o que o próprio fabricante recomenda. Desculpe, mas eu prefiro seguir as indicações do manual do proprietário.

Outro detalhe que me faz acreditar que a fase de amaciamento do motor ainda existe, eu não posso provar, mas sinto a cada carro 0 km que compro (principalmente se for 1.0). Garanto que a maioria das pessoas que já compraram carro novo irá concordar comigo.

Como amaciar o motor?

Motor novo é motor preso, com alto consumo e baixo desempenho. Somente após um período de uso é que as peças vão se ajustando e só a partir daí o motor começa a entregar o melhor de si.

Veja também: Qual é a melhor compra? Ford Fiesta 1.0 novo ou Ford Fiesta 1.6 usado?

Lembro-me como se fosse hoje, sempre quis ter um Ford Fiesta e depois de muitos anos, em 2010 eu consegui finalmente concretizar esse desejo. Depois que o carro foi faturado, passei três longos dias esperando a entrega do carro.

Ao chegar à concessionária vi o meu belo Ford Fiesta preto sólido completo, lembro que quase não acreditei que aquele carro era meu. Depois de acertar seguro, pagamento do despachante, dos acessórios comprados à parte e de quitar várias outras despesas, ainda encarei com bom humor a parte chata da entrega técnica que hoje em dia dispenso, mas que as concessionárias insistem em oferecer aos seus clientes.

Depois da chatice toda, enfim pude ligar o motor amaciando do meu carro e ir para casa, mas logo ao entrar na avenida em frente a concessionária acelerei fundo e o carro quase não saiu do lugar.

A arrancada ficou ainda mais prejudicada pelo fato da saída da loja ser em uma íngreme subida (pelo menos para carro 1000) e o motor do Fiestinha amaciando subiu reclamando bastante, e quase sem forças conseguiu vencer o pequeno trecho de subida.

No caminho para casa tive vontade de deixar o carro e seguir a pé. O desempenho do Fiesta Rocam 1.0 não é bom, mas quando 0 km meus caros leitores, posso dizer que é péssimo. E ainda dizem por aí que não existe amaciamento, mas tudo bem.

O desempenho do carro foi melhorando com o aumento da quilometragem e quando estava quase com 10 mil quilômetros o motor ficou mais solto e o consumo melhorou significativamente.

Por essa e várias outras experiências, afirmo que o amaciamento do motor ainda existe sim, e nos primeiros quilômetros é necessário alguns cuidados para que o motor amacie e tenha uma vida longa e saudável.

Existe também o grupo de pessoas que pregam que o amaciamento deve ser feito sempre pisando no acelerador até o final do seu curso para que o carro não fique amarrado, mas eu não concordo com isso, pois o motor depois de uns quilômetros de uso por si só se solta e entrega o melhor desempenho possível.

E vocês acreditam ou não em amaciamento nos dias atuais?

Boa sorte, boa compra e bom final de semana.

  • matheus zuffo

    Cara e tao dr
    Que o fabricante tmb é engenheiro
    I o carro bem amaciado nem compara com um que e mal na rodovia vê a grande diferenças come poeira msm

  • Maurício

    Quando comprei um Logan 1.0 0Km ficou bem evidente que o motor novo é “travado”. Ele pedia uma segunda marcha a 20km/h. Não queria andar. Depois foi amaciando e melhorando muito o desempenho.

  • Maurício

    Ops…minto ! Pedia segunda marcha a menos de 10km/h !