COMPRAR CARRO É FÁCIL!
Chega de perder dinheiro na hora de trocar de carro. "A surpreendente verdade que nunca contaram a você sobre o mercado de carros!"
Informe seu email e receba o link para fazer o download

Como fazer transferência de propriedade de veículos

8 Flares Twitter 1 Facebook 7 Google+ 0 Filament.io 8 Flares ×

Pensando em fazer transferência de propriedade de veículos? Então deixe-me te contar uma história.

Semana passada eu comprei mais um carro. Tenho a intensão de futuramente repintá-lo, mas ainda não decidi quando vou fazer isso, pois a pintura é quase toda original, com exceção das portas, capô e para-lama dianteiro direito. Na verdade ainda não sei ao certo o que fazer com o carro, porém sei que ele é o primeiro integrante da minha coleção de automóveis.

Revisei a mecânica e troquei algumas peças que precisavam ser substituídas com urgência, agora quando penso na pintura, sinceramente fico com pena de repintar o teto, por exemplo, pois a pintura apesar de levemente gasta, velha e queimada ainda é original.

O carro está com o motor e caixa bem saudáveis, ele é todo original e eu sou o terceiro dono, estou muito feliz com o primeiro carro da minha coleção.

como-fazer-transferencia-propriedade-veiculo

Tenho um amigo de Salvador que coleciona veículos que me disse que o modelo que comprei, não é colecionável. Mesmo assim deixá-lo-ei junto a outros veículos que comprarei para colecionar. Não tenho pretensão de ter modelos raríssimos de altos valores, quero apenas ter vários carrinhos bem originais dos anos 80/90 para me divertir nos finais de semana.

Deixando o assunto coleção para outro dia, vamos ao assunto do artigo de hoje, que é compartilhar com vocês detalhes importantes para transferência de propriedade de um veículo.

Já contamos como proceder para transferir sem ajuda de despachante e economizar dinheiro no post: Economizar com despachante? Então faça pessoalmente a transferência do seu veículo.

 Mas então como fazer transferência de propriedade de veículos?

Eu já fiz outras vezes a transferência de propriedade de veículo, mas sempre de carros novos, talvez por isso, consegui resolver tudo num único dia, mas como sempre existe um, porém, quero compartilhar com vocês o “porém” que vivi para que quando vocês forem realizar a transferência de propriedade de um veículo mais velhinho, não passem a raiva que passei.

Como moro no Paraná, talvez em outros estados o processo para realizar a transferência de propriedade de veículo seja um pouco diferente, mas o que irei contar talvez sirva de exemplo para todos, e a minha intensão é que vocês fiquem cientes do que aconteceu comigo e evitem chateações quando precisarem desse serviço.

A Vistoria

Primeiramente é preciso passar pela vistoria, antes mesmo de pegar senha. Eu cheguei ao DETRAN e enfrentei uma grande fila para pegar a senha e descobri que é necessário primeiro fazer a vistoria. (eu havia me esquecido desse detalhe)

Enfrentei nova fila para fazer a vistoria e pegar o decalque necessário para abertura do processo de transferência de veículo.

A vistoria é simples, mas é necessário que esteja em ordem a parte elétrica (faróis, setas, luzes de freio e de ré). Extintor de incêndio, e os equipamentos obrigatórios (chave de roda, macaco e triângulo de sinalização). 

Caso alguns desses itens estejam não conformes, regularize antes de ir ao Departamento de Trânsito.

No meu caso tudo estava certo, porém eu não contava com um problema comum a carros com mais velhinhos: As placas de identificação estavam levemente apagadas e por isso meu carro ano de fabricação 1989 foi reprovado na inspeção.

Até aí tudo bem, o problema é isso aconteceu quase as 13h30min de sexta feira e o DETRAN encerra o atendimento ao público as 14h00min, resultado: perdi toda minha manhã de sexta-feira e não resolvi nada.

Hoje, antes de retornar ao DETRAN, fui substituir as placas de identificação do veículo e descobri que agora existe uma taxa de R$ 17,00, cobrada a cada substituição. Essa taxa não era cobrada até maio desse ano, sei disso, pois quando furtaram o estepe do meu outro carro amassaram a placa traseira e eu mandei substituir, e até então a taxa não existia.

Com as novas placas instaladas retornei ao DETRAN para finalmente realizar a transferência de propriedade do meu veículo.

Enfrentei uma pequena fila para vistoria, e depois do carro ter sido aprovado, com o decalque do chassi em mãos, aguardei numa outra fila para o primeiro atendimento. No primeiro atendimento eles conferem se a documentação está em ordem e verificam se o veículo não tem pendências (multas e atrasos de pagamento de seguro obrigatório e IPVA) junto ao Departamento de trânsito, caso tudo esteja em ordem eles liberam uma senha para você dar inicio ao processo de transferência de propriedade de veículo.

Fiquei muito “contente”, pois minha senha era a número 211 e percebi que no display haviam chamado o cidadão com que estava em posse da senha 113, ou seja, na minha frente existiam 98 pessoas para ser atendidas.

Ainda bem que existe internet em celular, assim as quase duas horas de espera ficaram mais curtas. Finalmente no painel digital apareceu o número da minha senha, quase não acreditei, fiquei feliz e segui ao guichê para ser atendido. 

A moça que me atendeu foi muito gentil, até me assustei, pois atendimentos em órgãos públicos nunca são muito bons. A gentileza foi tão grande que mesmo sem eu solicitar, ela me entregou uma guia de pagamento para renovar minha habilitação, pois minha carteira de motorista vence no próximo mês, achei realmente muito legal da parte dela.

As coisas na minha vida nunca são muito fáceis e hoje não podia deixar de ser diferente. Lembram-se da taxa de R$ 17,00 cobradas na troca de placas, que mencionei acima?

Descobri que o estabelecimento em que fiz as placas ainda não havia pagado à custa ao DETRAN, e dessa forma consta uma dívida pendente, sendo assim, não pude dar continuidade ao processo de transferência de propriedade de veículo. Veio-me uma pergunta: Pra que serve mesmo o serviço chamado de Primeiro atendimento? Deixa pra lá.

É caro leitor, você deve imaginar como eu fiquei “feliz” com isso né?

Entrei em contato com a moça que trocou as placas do meu carro, mas ela disse que iria fazer o pagamento somente após as 14 horas. Moral da história: Mais uma tentativa frustrada para fazer a transferência de propriedade do meu veículo.

Em resumo a dica do dia é:

  • Ao chegar ao DETRAN primeiramente faça a vistoria do carro, antes disso verifique se tudo está em ordem (placas, faróis e luzes de sinalização, extintor de incêndio, e equipamentos obrigatórios que são macaco, chave de roda e triângulo de sinalização);

  • Caso tenha que substituir as placas de identificação, pegue a guia da taxa de substituição e pague você mesmo para não ter surpresas;

  • Pague todas as dívidas do carro, caso contrário não é permitido a transferência de propriedade de veículo;

  • Faça um lanche antes de ir ao DETRAN, tudo é muito complicado e leva muito tempo para resolver, hoje eu estava em jejum e quase passei mal enquanto esperava;

  • Leve um bom celular, tablet ou qualquer outra coisa que te distraia ou ajude a passar tempo, além disso, indico levar consigo uma boa dose de paciência;

  • Se você não tiver paciência ou não queira passar raiva e tenha uma graninha sobrando: Contrate um despachante, que irá fazer tudo isso enquanto você segue sua vida normalmente sem preocupações com transferência de veículos.

O mais triste no meu caso é que ficaria mais barato ter feito a transferência de propriedade de veículo através de um despachante, pois eu não teria que substituir as placas, visto que eles só retiram o decalque e encaminham a papelada para o DETRAN, embora se eu fosse parado numa blitz com as placas no estado em que se encontravam, certamente eu seria multado, mas isso é uma outra história.

Calculando os valores da transferência de propriedade de veículos

Rapidamente quero mostrar como ficaria mais barato fazer a transferência de propriedade de veículo do meu carro utilizando o serviço de um despachante:

Pesquisei e descobri que o despachante cobraria: R$280,00 e nada mais para realizar a transferência sem reserva de domínio como no meu caso.

Eu gastei R$ 157,00 na confecção e pagamento de taxa para substituição das placas e ainda terei que pagar mais R$ 182,40 para transferir o automóvel num total de R$ 339,40, ou seja, eu iria economizar R$59,40 visto que possivelmente o despachante não iria solicitar a troca das placas. Sem contar que eu não perderia tempo e nem combustível indo e vindo.

Como eu não avaliei bem a situação, além de gastar mais, amanhã estarei pela 3ª vez no DETRAN tentando realizar uma “simples” transferência de propriedade de veículo.

Querem saber se farei pessoalmente a transferência de propriedade do meu próximo veículo?

A resposta é talvez, mas certamente irei calcular bem melhor os prós e contras e os gastos. Se for um caso como o de hoje sem nenhuma dúvida irei proceder de outra forma. Sim, contratarei o serviço de um despachante, que apesar de ser caro pode compensar dependendo do caso e ainda facilita muito as nossas vidas.

 Às vezes não compensa querer economizar, minha avó sempre se utilizava de um ditado popular que dizia: O barato sai caro. O que eu tenho a dizer?

Realmente nesse meu caso, está saindo muito caro.

Boa segunda feira, boa sorte, boa compra e boa transferência de propriedade de veículo para todos.

8 Flares Twitter 1 Facebook 7 Google+ 0 Filament.io 8 Flares ×
Sobre Ronaldo Paulo Mendes

Ler sobre carros sempre foi minha paixão, ao longo dos anos ajudei vários amigos e familiares na difícil decisão de qual carro comprar, agora estou conseguindo fazer isso com mais pessoas, o que é um grande prazer.

Deixe o seu comentário

*

8 Flares Twitter 1 Facebook 7 Google+ 0 Filament.io 8 Flares ×
Chega de Peder Dinheiro na Hora de Trocar de Carro!
VOCÊ DESEJA Receber nosso EBOOK?
  • 3 Fatores Pouco Conhecidos Que Podem Afetar o Preço Do Seu Carro
  • 5 Sinais Para Você Descobrir Se Está Fazendo Um Mal Negócio
  • Como Tomar Controle De Uma Vez Por Todas Na Hora De Negociar o Seu Carro
Informe seu email no campo abaixo e receba o link

para fazer o download do Ebook 17 Dicas para Comprar seu Carro

Fechar
Muito bom ...
O link do ebook já foi enviado para seu email