Como economizar no seguro do carro – Um guia rápido

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Hoje pela manhã, acordei pensando sobre o que escrever para atualizar o blog. Logo após o café da manhã, atendi ao telefone, era a minha corretora, lembrando que o seguro do meu carro está vencendo no final dessa semana. Após desligar o telefone uma questão me inspirou, e não tive mais dúvidas sobre o que escrever:

Como economizar no seguro do carro?

Resumidamente daremos algumas dicas para você conseguir baixar o valor do seguro, sem assumir muitos riscos diminuindo algumas coberturas. Fazer o seguro do carro é um necessário se não obrigatório, principalmente se você mora em uma grande cidade, onde os riscos de roubos e acidentes são maiores.

como economizar seguro carro

Não deixe ver mais dicas para você economizar na compra do seu carro em:

O perfil é um dos principais itens para quem pretende economizar no seguro do carro

Dependendo do seu perfil, o seguro pode ter um valor bem salgado, felizmente existem pequenas medidas que podem fazer com que se consiga um preço melhor. O valor do prêmio (valor que você paga para ter direito ao seguro) depende do perfil dos condutores do veículo, através do perfil são calculados os riscos tais como seu histórico de sinistros, roubos, entre outros. Além disso, outras inúmeras informações dadas por você são analisadas. Para chegar num valor final, serviços adicionais contratados, como carro reserva, também pesa no orçamento, sem contar que sobra para você também, arcar com as despesas administrativas da seguradora bem como cabe a você pagar a comissão do seu corretor.

As principais características do seu perfil que fazem com que o prêmio seja maior são:

  • Idade;

  • Locais por onde o carro trafega;

  • Preço das peças de reposição do seu carro;

  • Marca/modelo do carro.

Vários fatores  como os acima, fazem seu seguro ser mais caro. Como não é possível mudar sua idade e  é complicado sair do seu bairro ou cidade, e trocar de carro (que é um dos modelos preferidos pelos ladrões) não está em seus planos, ainda assim é possível utilizar algumas dicas que servirão para reduzir o valor do seu seguro.

Você não tem garagem?

Se for o caso alugue uma, isso ajuda a diminuir os riscos de roubo e consequentemente baixa o valor do seguro. O simples fato de guardar o carro numa garagem reduz muito o valor do seguro. Deixar o carro em estacionamentos pagos quando se está na faculdade, por exemplo, também pode contribuir para pagar menos.

Seu carro tem algum dispositivo de segurança contra roubo?

Se a resposta for não, comece a pensar em investir num bom alarme ou rastreador, estes equipamentos contribuem para um desconto no preço do seguro.

Sabe qual é a melhor opção de serviços e coberturas para seu perfil?

Então avalie bem qual a será a cobertura ideal para você, conte com o seu corretor para ajuda-lo nessa hora, e saiba que quanto mais serviços e coberturas você contratar, maior será o valor a pagar. É necessário avaliar muito bem quais são os itens que realmente importantes para você.  Existem vários tipos de cobertura desde as mais básicas até as mais completas, e os preços variam bastante dependendo do pacote de serviços escolhidos.

Existem carros que não compensam ter um seguro total, como por exemplo, o segundo ou terceiro carro da família que pode ser um modelo mais antigo e pouco usado durante a semana, teoricamente esses carros tem menos chances de se envolver num acidente ou ser roubado, já que não são usados diariamente.

Carros mais antigos nem sempre conseguem ser totalmente cobertos, o pior é que o valor pedido para segurá-lo é proibitivo, o mesmo acontece com modelos fora de linha, justamente por ter peças caras e difíceis de achar. Para esses últimos tipos de carros compensa fazer um seguro contra terceiros, assim você conseguirá um valor bem mais acessível.

Algumas economias não fazem sentido, como por exemplo, cortar o serviço de guincho ou diminuir a quilometragem ou a quantidade de vezes de utilização deste serviço. Cancelando ou diminuindo um serviço importante como esse, ganha-se um desconto tão pouco expressivo que acaba não compensando, se por acaso você precisar remover seu carro com auxílio de um guincho vai entender do que eu estou falando.

Você se envolve muito em acidentes?

Vale a pena ser mais cuidadoso, pois a cada ano você ganha uma pontuação caso não use o seguro, ou seja, se durante o último ano você não se envolver em um sinistro, recebe com incentivo mais um ponto no seu bônus que é convertido em desconto na renovação do seguro. Então, ser um motorista mais  cauteloso é  vantajoso duas vezes, pois além de não precisar pagar franquia para reparar o carro,  ganha desconto na renovação. Dois bons motivos, para se cuidar mais, isso só pensando no lado financeiro, sem contar com outras grandes vantagens que terá sendo mais atento.

Você tem muitas multas?

Não ter pontos no prontuário da sua habilitação de motorista também é visto como ponto positivo para algumas seguradoras, que acabam dando algum desconto caso você não seja um motorista exemplar.

Bateu o carro e descobriu que o valor do conserto não ultrapassou ou é muito próximo ao da franquia?

Não acione o seguro, pois se acionar a seguradora, perderá pontuação do seu bônus, e lembram-se do que falamos no parágrafo acima sobre o bônus? Na última sexta-feira, depois de mais de 20 anos dirigindo (15 de habilitação), sem me envolver em acidentes, colidi na traseira de outro carro.

Parece brincadeira, depois de anos contratando franquia reduzida nos meus seguros, no ano passado quando renovei, resolvi economizar e abrir mão da franquia reduzida, já que nunca me envolvi em acidentes, achei que poderia cortar esse gasto a mais. Ironicamente justo neste ano que a franquia reduzida iria me ajudar financeiramente, não pude utilizá-la.

Como a minha atual franquia é alta, não compensou acionar o seguro mesmo tendo que consertar os dois veículos, sendo assim resolvi arcar sozinho com as despesas, assim não perderei a pontuação de bônus deste ano. Deixarei para acionar o seguro em um dia que o estrago seja realmente grande, experiência essa que sinceramente espero que nenhum de nós tenha que passar, pois pagamos o seguro pensando em nunca o utilizar, e espero que assim seja.

Até a semana passada eu daria a dica de não contratar a franquia reduzida para diminuir o valor do prêmio, mas depois da minha experiência no acidente de sexta-feira, em que tive que arcar com o prejuízo, mudei de opinião. Antes de tomar essa atitude o bom mesmo é avaliar seu próprio perfil para ver se compensa correr o risco, particularmente acho que não compensa se utilizar dessa “vantagem”. A média de desconto para quem opta em dobrar a franquia fica entre 10% e 20%, então analise bem antes de decidir.

Outra maneira de pagar menos é contratar o seguro na própria concessionária, pena que é uma vantagem exclusiva para carros 0 km, quando comprei meu Ford Fiesta em 2010, tive uma bela surpresa comparando as cotações, claro que fiz o seguro na concessionária por ser muito mais em conta. Algumas concessionárias facilitam o pagamento, e tem pacotes que contemplam o reparo do carro em caso do sinistro na rede autorizada, o que para carros novos é essencial, visto que caso o reparo seja realizado fora da rede de concessionárias o veículo perderá a garantia. Outras marcas garantem no contrato, que se o carro for roubado antes de seis meses, a montadora se compromete a entregar um modelo novo em substituição, e são várias outras vantagens dependendo da marca.

Para finalizar, aconselho que você contrate o seu seguro com um corretor conhecido que tenha boas referências.

Não tem como fazer seguro sem um corretor, então é importante escolher um bom profissional. Procure por um corretor que já tenha feito seguros para algum amigo e que tenha interesse em ajudar e fazer com que você contrate o melhor seguro. Nem sempre você encontrará uma boa cobertura numa excelente seguradora por um preço acessível, mas não se preocupe, pois o seu corretor irá lhe auxiliar. Outra dica é procurar no procon se existem problemas graves contra a seguradora que pretende contratar, se ela tiver grandes restrições, mesmo que ofereça o melhor preço, descarte-a e procure outra, e lembrem-se que o barato as vezes sai caro, e no caso de seguro de automóveis é bom não arriscar.

Agora a dica de ouro, nunca minta para conseguir baixar o valor da apólice, seja verdadeiro em todos os dados passados para a seguradora, pois elas têm formas de descobrir se o que você relatou é verdade, e podem se recusar a lhe indenizar caso descubram que você mentiu na hora de montar o seu perfil. Portanto não faça o seguro no nome de sua esposa, caso você seja o principal condutor, não minta sobre a idade das pessoas que eventualmente podem dirigir o seu carro, aliás, a idade é o fator mais sério em se tratando de perda de indenização.

Resumimos aqui as principais dicas para pagar menos na hora de contratar um seguro, se ainda restou alguma dúvida, façam suas perguntas através do dicascarrosusados.com, pois nossa intenção é ajudá-lo a encontrar a melhor forma de fazer um seguro bom e barato. Lembre-se que não adianta mentir, pois assim você poderá perder o direito à indenização.

Mande sugestões contando o que querem saber sobre seguros, para que possamos fazer um guia mais completo e tirar todas as suas dúvidas na hora de contratar o seu seguro.

Boa sorte e boa compra.