Onde ou de quem comprar um bom carro usado?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Chegado o momento de comprarmos ou trocarmos de carro, muitas dúvidas aparecem antes mesmo de sairmos de casa, não é mesmo?. Isso me pareceu mais normal do que eu imaginava, pois tenho recebido vários e-mails com dúvidas dos leitores do dicascarrosusados.com, que se dizem completamente perdidos e as perguntas mais frequentes que recebi foram:

  • Comprar um carro de um amigo é bom?

  • Qual é o melhor lugar para comprar um carro usado?

  • Comprar em lojas sem bandeira é seguro?

  • Carros de locadora são confiáveis?

  • Carros de particulares são ruins?

  • Comprar carros em leilão é um bom negócio?

Tentarei responder estas questões de uma forma resumida, para não ficar muito cansativo.

onde-comprar-um-bom-carro

Antes de começar a escrever estava lendo vários artigos relacionados ao assunto, onde comprar um carro usado. Em uma dessas reportagens que li, uma me chamou a atenção dizendo que quanto maior for sua proximidade com o dono do carro, melhor. Eu concordo em partes com isso.

Vamos lá, se você quer comprar o carro de um amigo próximo, as chances dele te enganar são pequenas, a menos que nesta hora ele deixe de ser seu amigo e passe a ser um vendedor.

Nesse caso leia também: Como não ser enganado por um vendedor de carros usados? Onde mostramos algumas dicas para não cair numa roubada.

A vantagem em comprar do seu amigo é que se ele for verdadeiro, você fará uma boa compra e ainda poderá negociar mais facilmente o valor final do carro.

Como comprar carros em concessionárias?

No meu ponto de vista as concessionárias, são onde geralmente você encontrará veículos com um nível superior de conservação se comparado ao estado dos carros vendidos em lojas pequenas, aliás, os lojistas vendem o que as concessionárias não quiseram arriscar colocar em seu pátio.

Normalmente a concessionária não se nega a ficar com o carro do cliente, mas ao verificarem que aquele veículo não atende os requisitos mínimos para deixar em seu pátio, entram em contado com os lojistas e oferecem o carro por um preço que assegure alguma margem de lucro para ambos, e se for do interesse do lojista ele acaba ficando com o carro, é o famoso repasse.

Mais um motivo para dar preferência para as concessionárias, visto que elas mesmas se encarregam de filtrar os carros ruins e só disponibilizam os melhores para seus clientes.

Na concessionária você tem garantia de procedência, e conta com a segurança de que se houver um problema com o seu carro, este será mais facilmente solucionado, visto que elas  têm um nome a zelar. Já que carregam o nome dos fabricantes, precisam ter excelência nos serviços prestados. Como consequência, elas só vendem realmente carros bons, já que o fabricante obriga que o cliente tenha sempre o melhor.

Os melhores carros usados estão disponíveis nas concessionárias. O problema é que  elas são menos flexíveis às negociações para descontos e cobrem valores normalmente mais salgados do que os praticados por lojas e  particulares. Ainda assim aconselho comprar nelas por achar que vale muito a pena, por vários motivos, tais como garantia de procedência, maior transparência e por diminuir significativamente as chances de se comprar um carro usado ruim.

Além disso, as concessionárias, assim como os lojistas oferecem a garantia para motor e câmbio de 90 dias, que é  a lei. Existem algumas em que a garantia é estendida variando entre 6 meses a 1 ano, mas isso depende muito da jogada de marketing de cada estabelecimento.

Não estou dizendo que todos os serviços oferecidos pelas concessionárias sejam ótimos e que  todos os carros estejam em perfeito estado e que nunca irão lhe dar algum tipo de incômodo, só acho sinceramente que é o lugar mais tranquilo para comprar.

Eu mesmo já tive problema com um carro usado comprado em concessionária, a diferença foi que fui atendido rapidamente e o conserto do meu carro foi realizado conforme prometido.

Lojistas pagam mais pelo seu carro, em contrapartida não se importam em vender carros que deveriam estar num ferro velho. Claro que não podemos generalizar, mas existem muitos picaretas por aí.

Lembram-se do que eu mencionei acima sobre eles comprarem os “restos” das concessionárias? É mais ou menos isso que acontece.

Claro que existem lojas que vendem somente carros de primeira, e que até repassam os carros ruins para outros lojistas. Mas infelizmente a maioria não se importa com isso e vende carros em qualquer estado, em algumas vezes até passam um *batonzinho antes de vender. (* expressão usada por um amigo que você conhecerá melhor se continuar lendo o restante do texto)

Já tive tantos problemas comprando carros em lojistas que hoje, por mais novo que o carro seja, fico com pé atrás e acabo desistindo.

Foi assim na última vez que troquei de carro, eu tinha duas opções para comprar, estava em dúvida entre um usado bem equipado e um modelo 0 km mas sem Abs e air bag. Ambos tinham exatamente o mesmo preço, mas o usado com apenas 8 mil quilômetros rodados, estava em uma loja sem bandeira.

Depois de alguns dias, decidi optar pelo 0 km, sem dois itens de segurança que considero muito importantes, simplesmente por desconfiar muito de lojistas, já que tenho muitos motivos para tal descrédito.

Certa vez, tive que recorrer ao PROCON para fazer valer meu direito de consumidor, pois não consegui um acordo amigável com o dono da loja onde comprei um carro que apresentou problemas na transmissão logo na primeira semana.

Em outro estabelecimento, foram tantas vezes que voltei para reclamar sobre vários defeitos que o carro apresentava que acabei virando amigo do proprietário da loja, e até cheguei a trabalhar lá por um curto período.

Carros de Locadoras, será que é bom comprar?

Carros de locadoras não são muito confiáveis, pois apesar de algumas lojas darem garantia, e terem carros com baixa quilometragem, normalmente esses carros foram usados por inúmeros motoristas que não tomaram nenhum cuidado com eles.

Normalmente eles foram submetidos a um tipo de condução que chamo de direção destrutiva, pois normalmente quem aluga carros, não se preocupa com a conservação dos mesmos, raras são as pessoas como eu, que utilizam os carros como se fossem seus.

Existem locadoras sérias, que revendem seus carros logo após pouco tempo de uso, e esses carros me parecem bons, mas como a visão do mercado não é das melhores em relação a carros oriundos de locadoras, não é um bom negócio, até porque a grande maioria desses carros tem placas de estados diferentes dos de onde são vendidos.

Eu já tive uma opinião contrária e alguns anos atrás até encorajei uma amiga a comprar um carro que pertencia a uma locadora.

Na ocasião eu vi como um bom negócio, visto que o carro estava numa concessionária, e eles além de darem um ótimo desconto no valor do carro, ainda ofereceram garantia total de 1 ano.

O único problema do carro era que o revestimento dos bancos dianteiros havia sido perfurado por cigarros. Mas a concessionária prontamente atendeu minha solicitação e trocou os bancos do carro por de um outro seminovo que estava no pátio, bom para minha amiga, e ruim para o futuro dono do outro carro, que se não reclamar ficará com os bancos cheios de furos causados por cigarro.

No final das contas com pouco dinheiro, minha amiga pôde comprar um carro seminovo muito bom, com baixa quilometragem, por um preço bem abaixo da tabela, além de contar com a segurança da garantia estendida.

Muitos anos se passaram, e hoje ela ainda roda com o mesmo carro. Segundo ela me contou o carro em questão não apresentou maiores problemas até hoje, por isso ela  o enche de elogios, visto o carro não quebra, apesar de já estar com uma quilometragem alta e mesmo ela não fazendo as revisões periodicamente.

O que me leva a crer que foi mesmo um bom negócio, mas sinceramente hoje eu não aconselharia ninguém a comprar um carro de locadora, visto que temos inúmeras ótimas opções no mercado de carros usados, é só ter calma e tempo para procurar.

Comprar carro de particular!

Carro de particular pode ser um bom negócio, mas só vale a pena se estiver em excelente estado de conservação e se o preço for realmente convidativo, visto que como você está comprando de pessoa física, não se tem garantia.

Negócios fechados entre pessoas físicas não estão sujeitos às regras do Código de Defesa ao Consumidor, então a garantia de 90 dias que é obrigatória para câmbio e motor como no caso das lojas e concessionárias, não existe nessa negociação.

Embora você possa entrar com uma ação judicial, não há certeza absoluta que você seja indenizado, visto que o vendedor pode alegar não ter dinheiro para pagar.

Comprando um carro de particular, é necessário você verificar se existem IPVA e licenciamento atrasados, se há alguma restrição de venda por roubo ou busca e apreensão. Também se faz necessário procurar por multas no site da polícia rodoviária federal. Além disso, é preciso verificar se o carro foi danificado por forte colisão ou enchente.

É aconselhável antes da compra, procurar uma empresa especializada em vistoria e inspeções veiculares que fazem uma pesquisa aprofundada sobre o histórico do carro que pretende comprar.

Importante ler: 10 dicas arrasadoras para você comprar um ótimo carro usado  para obter mais informações relacionadas à compra de um carro usado.

Comprar um carro de particular é arriscado se ele for de outra cidade, pior ainda se você só o viu por fotos através da internet. Muitas vezes o vendedor exige um pagamento antecipado mesmo que você ainda não tenha tido a oportunidade de verificar se o veículo se encontra nas condições desejadas.

Muitas vezes o anúncio é uma fraude e você só se descobre que o carro e o vendedor não existem quando já é tarde demais, portanto é preciso muito cuidado nessas transações que eu não faria e não aconselho ninguém a fazer.

Se a oferta for irresistível e você mesmo com todo o risco decidir comprar. Seria mais adequado pedir para um amigo que mora na cidade do vendedor, inspecionar e testar o carro, antes de você pagar qualquer valor. Melhor ainda seria ir pessoalmente e conferir se tudo está em ordem com o carro.

E como comprar carro em Leilão?

Finalmente, a forma mais arriscada de comprar um carro usado em minha opinião, é por meio de leilão. Pois você não poderá nem ligar o veículo, muito menos poderá rodar com o carro.

Sobre isso leia:

Antes de comprar um carro usado, fazer um teste drive é obrigatório, saiba  por quê!

Abrir o capô e olhar para o motor é o máximo que se permite aos interessados. Muitos dos veículos que vão para leilão foram vendidos por seguradoras após sinistros graves e é por isso que os compradores muitas vezes arrematam carros com lances muito abaixo do que o indicado pela tabela.

A meu ver, comprar em leilão só é vantajoso para lojistas que pretendem remendar esses carros e revende-los como carros bons, o assustador é que isso é uma prática muito comum aos maus lojistas que ganham dinheiro fácil de consumidores honestos que não sabem comprar.

Eu tive um amigo que era dono de uma loja de carros usados e eventualmente comprava carros sinistrados que sempre me dizia:

“Carro é igual mulher, só passar um *batonzinho e ele já fica mais bonito e vendável.”

Moral da história, ele comprava qualquer carro, por pior que estivesse. Posteriormente mandava polir ou retocar a pintura, lavar, aspirar, passar um gel nos pneus para ficarem brilhantes, em seguida passava um perfume para carros pronto, o carro estava lindo e preparado para enganar um coitado qualquer

Deixando os lojistas de lado e voltando aos leilões:

É claro que nos leilões não são ofertados apenas carros sinistrados, pois outras possíveis causas para um carro ir a leilão são a falta de pagamento, documentação insuficiente, IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores) irregular e até mesmo dirigir embriagado, então com sorte é possível arrematar um bom carro.

No caso de falta de pagamento, os bancos recolhem o carro através de busca e apreensão, e sabe o que os donos dos carros normalmente fazem antes de entregar o carro ao banco?

Arrebentam o carro todo, e retiram todos os equipamentos possíveis.

São carros assim que você compra em leilão. E se você ainda achar vantajoso, desejo sinceramente boa sorte.

É disso que você precisa, ter muita sorte para conseguir um bom carro, e acho que não é na base da aposta que se compra um bom carro para você e sua família.

Tenho alguns amigos, que não se importam, e compram em leilões carros sinistrados. Depois reparam os veículos, se divertem um tempo com seus brinquedinhos e quando conseguem revendem, se você também acha isso vantajoso, vá em frente. O detalhe é que meus amigos dizem ao comprador que o carro é sinistrado, infelizmente quase ninguém faz essas negociações de forma clara.

Lembrando que carros sinistrados comprados em leilão, não podem ser segurados, visto que as seguradoras se negam a cobri-los a menos que se tenha um laudo pericial emitido por uma empresa habilitada pelo IN-METRO e cadastrada no Detran atestando que o carro reparado oferece condições normais de rodagem e segurança, algo um tanto difícil de se conseguir.

Lembrando que o pagamento deve ser feito à vista. Por isso é importante verificar quanto você pretende gastar, para não se arrepender depois e prejudicar o seu orçamento

Existem muitas outras precauções a serem tomadas em todos os assuntos aqui abordados. Quero fazer isso de uma forma mais abrangente, e pretendo realizar este desejo muito em breve. De momento eu quis responder de forma resumida as questões que recebi por e-mail e fazer de você leitor, um consumidor melhor informado e capaz de tomar decisões importantes quando for comprar seu próximo carro usado.

Boa sorte e boa compra!

  • thalisson

    Você considera que é arriscado comprar carro no Rio de Janeiro? Pois la se encontram os melhores preços.

  • evandro

    Você mencionou ” garantia de 90 dias para motor e caixa”. Mas segundo o código de defesa do consumidor,ele é um bem durável,independente de usado ou não,o veículo tem garantia de 90 dias para qualquer defeito ou vício apresentado pelo produto. Então, não vale apenas para motor e caixa,e sim para todo e qualquer defeito do veículo.