5 Dúvidas sobre seguro de carro – Resposta ao leitor

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Iniciamos a semana respondendo ao questionamento de uma leitora do Dicas Carros Usados, que estava com dificuldades em escolher seu primeiro carro, leia no artigo: Tenho R$ 12 mil, qual melhor opção? Hoje farei algo parecido respondendo cinco perguntas frequentes que recebemos sobre seguro.

Duvidas sobre seguro de carro

Dúvidas sobre seguro de carro são muitas e nem sempre respondidas pelas apólices, porém o corretor é a pessoa mais indicada para responder seus questionamentos, aliás, acho que é obrigação do corretor explicar tudo sobre o seguro.

Para que a leitura não fique chata, vou tentar responder as perguntas sobre seguro de forma clara, simples, direta, porém bastante resumida:

#1 – Um terceiro não segurado bateu no meu carro. Posso assumir a culpa para que a minha seguradora pague o conserto dos dois carros?

Isso é um acordo comum que já vi muitas pessoas fazerem. O terceiro que causou o acidente se oferece para pagar a franquia, e o segurado assume a culpa diante da seguradora para receber a indenização pelos dois carros.

Parece ótimo, mas é ilegal e se a seguradora conseguir comprovar a fraude poderá acionar judicialmente os envolvidos. Melhor não arriscar.

#2 – Não guardei o carro na garagem, se o meu carro for furtado a seguradora me pagará?

Se o segurado comprovar que o carro normalmente fica guardado numa garagem e o dia do furto foi uma exceção, a maioria das seguradoras efetuará o pagamento. Agora se for comprovado que o carro pernoitava habitualmente na rua, a seguradora poderá se negar a pagar.

#3 – Eu estava bêbado e me envolvi numa colisão, tenho direito a indenização?

Nesse caso, para que a seguradora se negue a pagar é preciso que ela tenha como provar que você estava alcoolizado. Para isso é preciso que você tenha feito um teste de bafômetro a pedido da polícia. Outra forma de comprovação é caso o policial tenha registrado no boletim de ocorrência que você se negou a realizar o bafômetro, mas aparentava estar alcoolizado.

#4 – Vou fazer compras no Paraguai com meu carro, ainda tenho cobertura da seguradora?

Dependerá do seguro que você contratou, mas a maioria das seguradoras cobrem países do Mercosul (Argentina, Paraguai e Uruguai).

Quem viaja para países do Mercosul obrigatoriamente tem que contratar um seguro chamado Carta Verde, que é um seguro que serve para indenizar diretamente pessoas que não estejam a bordo do seu veiculo. Serve para indenizar danos corporais, materiais ou reembolsar o segurado das despesas que tiver, incluindo custas judiciais ou honorários pagos aos advogados.

O prêmio da carta verde varia muito, pois é cotado em dólar.

#5 – Emprestei meu carro e meu amigo se envolveu numa colisão, poderei acionar o seguro?

As seguradoras utilizam várias formas para identificar o condutor do veículo no momento da colisão.

Geralmente quando num empréstimo eventual, a seguradora não se nega a pagar. Caso seja comprovado que a pessoa utilize regularmente o veículo e seu nome não conste no contrato, a seguradora poderá não autorizar a indenização.

Em algumas situações para pagamento no caso de uso eventual, existe uma maior dificuldade em receber caso o condutor tenha menos de 25 anos.

Se o seu amigo utilizar o veículo pelo menos uma vez na semana, o nome dele deverá constar nos registros da seguradora, pois nessa condição ele será considerado como condutor habitual, e caso a seguradora consiga comprovar o uso habitual não comunicado, você perderá o direito de ser indenizado.

Essas foram as duvidas mais frequentes que recebemos, espero que eu tenha conseguido saná-las de forma simples e clara.

Obrigado por mandarem sugestões e comentários. Peço a gentileza de mandarem outras questões conforme forem surgindo dúvidas, teremos enorme prazer em esclarecê-las.

Boa sorte e boa compra.