Comprar carro em leilão, não é tão simples como adquirir um carro usado em uma concessionária, é preciso que você tenha tempo e disposição. Porém, este tipo de negócio cresce dia após dia e, muitas pessoas pensando em economizar acabam se rendendo aos descontos que muitas vezes chegam a 30% ou mais em relação ao valor de mercado.

Embora existam casos vantajosos, é bom lembrar que muitos carros que estão nos pátios aguardando os leilões, não são bem conservados, então é preciso analisar profundamente o veículo para não fazer um mau negócio.

vale a pena comprar carro em leilao

Comprar carro em Leilão é para profissional

Alguns meses atrás um amigo arrematou num leilão, um Renault Mégane 2010 com um desconto de quase 60% em relação à tabela Fipe, só que o carro era sinistrado. Mas como ele trabalha com isso, tem experiência suficiente para saber quando é vantajoso ou não comprar um carro batido.

Há muitos anos, trabalhei numa instituição financeira, e vi muitos carros serem apreendidos por inadimplência. Lembro em especial, que fiquei muito triste, quando fiz o recebimento de um Chevrolet Monza GLS 1994, com apenas dois anos de uso naquela época, ele havia sido apreendido pelo banco por falta de pagamento e com o motor fundido.

GUIA RÁPIDO: Como Comprar Seu Carro

A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre o Mercado de Carros

​Preencha seus dados para receber o LINK do guia em PDF.

Além de acabar com o motor, o proprietário antes de entregar o carro, rasgou o tecido dos bancos, retirou todos os acessórios que pôde, como rádio, alto falantes, estepe, enfim depenou e maltratou o veículo antes de devolvê-lo. Com certeza o motor e os bancos foram danificados propositalmente, pois o carro era muito novo para estar naquele estado.

Talvez por este motivo, até hoje eu não goste muito dessa história de comprar carros em leilão, quando penso em carros comprados em leilão, instantaneamente os associo a carros ruins, claro que isso não traduz totalmente a realidade, mas é possível que você acabe escolhendo um carro em péssimo estado de conservação como o Chevrolet Monza, que usei aqui como exemplo.

A maioria dos carros tem boa procedência, pois pertenceram a empresas que estão renovando sua frota, seguradoras que vendem carros sinistrados ou furtados, e bancos que aprenderam os carros por falta de pagamento.

Os leilões são realizados nos pátios onde se encontram os carros, e os endereços e datas são divulgadas através de seus respectivos sites. Os lotes dos carros para leilão são divulgados nos sites das leiloeiras e um dia antes do evento acontecer, são liberadas as visitações, onde é possível apenas olhar externamente o carro, em casos raros é possível abrir portas e capô.

Outro detalhe importante, é conhecer a procedência da leiloeira, consulte o site, visite a empresa e se possível converse com pessoas que já compraram no leilão que pretende adquirir seu próximo carro para não entrar numa fria.

Na hora de comprar carro em leilão não esqueça de calcular todos os custos

Antes de ir para o leilão, pesquise os preços médios de mercado do carro em questão, para não errar na hora do arremate. Também é fundamental ver o carro antes, e fazer os cálculos de quanto irá gastar com as despesas obrigatórias e documentação, assim é possível concluir qual é o valor máximo que pode dar de lance, para fazer um negócio vantajoso.

comprar-carro-em-leilao-pode-ser-um-bom-negocio

Além do valor do arremate que deve ser pago a vista, você terá que pagar 5% do valor do lance ao leiloeiro, e também você não deve esquecer-se de separar um dinheiro para quitar a taxa administrativa.

Os carros que foram aprendidos pelos bancos, normalmente estão com os débitos em dia, como multas, ipva e seguro obrigatório, porém ainda é preciso guardar uma quantia de dinheiro para efetuar o pagamento da transferência. A leiloeira não dá garantia nenhuma em relação a problemas de débitos do veículo.

Outro custo que deve ser orçado por você, são os gastos que terá para consertar o carro, pois no mínimo será preciso fazer uma revisão antes de começar a rodar com seu automóvel, deve-se também ter conhecimento de que o carro poderá ter um grave problema mecânico, então é bom ter uma boa reserva de dinheiro para resolver estes inconvenientes, e se você tiver muita sorte, só ficará com gastos de uma revisão básica.

Infelizmente muitas das dicas que vocês já aprenderam aqui no dicascarrosusados.com não poderão ser executadas, pois nos carros de leilão não é permitido sequer ligar o motor.

Diante de tudo isso, afirmo que comprar em leilão é só para quem gosta de correr risco, pois se você não tem experiência é muito provável que faças um mau negócio.

Se assim mesmo você ainda pretende comprar em leilão, darei algumas dicas que são usadas por lojistas:

  • Nunca compre carros importados, ainda mais se tiver intenção de ter lucro na revenda. Caso você tenha que comprar alguma peça para reposição é possível que o desconto que conseguiu comprando um carro em leilão seja consumido pelo alto valor que se pede por ela.

  • Evite comprar carros muito velhos, pois são mais difíceis de revender.

  • Compre carros mais populares, procure a lista dos mais vendidos e de prioridade a estes, e não esqueça que os mais completos são os mais fáceis de comercializar.

  • A cor branca está na moda apenas para os carrões 0 km e caros, por isso evite-a, já os carros na cor prata, são vistos hoje em dia como carros de locadora, o que também não é boa opção.

  • Nunca compre carros sinistrados, pois pode ficar muito caro o conserto, e se você não vive disso, é bom não arriscar, caso contrário você pode acabar gastando mais do que desejaria no conserto fazendo com que a compra seja inviável. Além disso, enfrentará problemas quando for revender, pois carros assim ficam com uma observação no documento, alertando que se trata de um carro que sofreu um acidente grave.

A internet tem impulsionado muitos consumidores comuns a comprarem em leilões on line, já que você pode comprar de qualquer lugar do país apenas utilizando o seu mouse. Existem pregões virtuais que vendem carros que eram utilizados por empresas, essas trocam sua frota a partir de certo tempo ou quilometragem, pois para elas o veículo começa a apresentar um custo de manutenção que não compensa mais, isso garante um pouco mais de segurança, já que pelo menos teoricamente você sabe que está arrematando um carro em condições de uso.

Sem seguro:

Carros comprados em leilão, não podem ser segurados, visto que as seguradoras se negam a cobri-los, a exceção é dada aos carros que  tenham um laudo pericial emitido por uma empresa habilitada pelo IN-METRO e cadastrada no Detran atestando que o carro oferece condições normais de rodagem e segurança. A boa notícia é que carros adquiridos em leilão que não foram indenizados por roubos ou sinistros podem ser contemplados por seguro normalmente, ou seja, os veículos de leilão que pertenceram a frotas de empresas ou os que foram apreendidos por falta de pagamento podem ser segurados sem problemas.

Conclusão:

Como não é possível dirigir o carro, pode acontecer de você comprar um carro que precise de reparos caros. Sinceramente eu não compraria um carro em leilão simplesmente por ser obrigado a comprar o veículo no estado em que se encontra.

Mas se você está decidido comprar mesmo sabendo dos riscos, a dica que dou é que leve contigo um bom funileiro e um mecânico para lhe ajudar na escolha, não se esqueça de que você não poderá ligar o motor.

Se você quiser comprar carros batidos, o cuidado deve ser ainda maior, pois não é difícil de você comprar um carro que precisará de uma quantia muitas vezes maior do que o valor do lance para poder consertar o veículo.

Acho que essa modalidade de compra só é vantajosa para os lojistas, que pretendem apenas “remendar” o veículo e revender como se fosse um bom carro. Se você também quer ganhar dinheiro revendendo, talvez valha o risco. Agora quem quer apenas um veículo para uso próprio, considero não ser a melhor opção de compra.

Boa sorte e boa compra.

Leia Também


Ronaldo Mendes
Ronaldo Mendes

“Ler sobre carros sempre foi minha paixão, eu sempre ajudei amigos e familiares a decidir a compra de um carro, agora estou conseguindo fazer isso com muito mais pessoas, é um grande prazer”.