Honda HR-V: Hoje atendendo a centenas de pedidos dos leitores aqui do Blog, vamos falar do sucesso de vendas da Honda: o Honda HR-V.

Ele chegou ao mercado e logo caiu no gosto dos consumidores, tanto àqueles que são fiéis a marca, quanto aos que simplesmente gostam do estilo SUV.

 Honda HR-V design atual

Dirigi a versão topo de linha EXL 2016 e se você quer saber um pouco mais sobre o Honda HR-V, indico fortemente que você continue lendo o artigo de hoje, para que saiba em detalhes o que esse grande sucesso tem a oferecer.

Assim como no seu lançamento ele foi muito disputado pelos compradores, hoje, no mercado de seminovos a história se repete. Ainda é difícil encontrar modelos seminovos nos pátios das revendedoras.

GUIA RÁPIDO: Como Comprar Seu Carro

A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre o Mercado de Carros

​Preencha seus dados para receber o LINK do guia em PDF.

Sim, o Honda HR-V vende como pão quente, tanto zero km como usado.

Será que vale a pena comprar um carro usado?

A versão mais cara, a EXL, agrada pelo acabamento interno muito caprichado e também pela eficiência do conjunto mecânico, que traz o velho e conhecido motor 1.8 Flex da Honda, acompanhado do bom câmbio do tipo CVT que simula 7 marchas.

Carros automáticos usados, podemos confiar?

O Honda HR-V reúne os pontos fortes dos veículos vendidos pela Honda no Brasil.

Ele lembra o Civic por utilizar o mesmo motor 1.8 de 140 cavalos quando abastecido com gasolina, tem o amplo espaço interno do City, a versatilidade do rebatimento dos bancos do Fit, o que aumenta significativamente o espaço para bagagens e seu porte de veículo grande lembra a robustez do CRV.

Por todos esses pontos é possível entender o motivo do sucesso do SUV compacto da Honda.

O Honda HR-V é um produto muito forte e agrada todo o tipo de consumidor, para fechar, além de todas as qualidades citadas acima, a Honda acertou no design do Honda HR-V.

Ele tem um jeito de cupê esportivo, linhas que considero muito sedutoras.

O desenho dos faróis aliados aos vincos do capô e das laterais dão muito charme e estilo ao Honda HR-V.

As rodas são igualmente caprichadas. Olhando a lateral, vemos o teto rebaixado que chama a atenção e para finalizar, as maçanetas das portas traseiras ficam escondidas, tudo isso dá ao Honda HR-V um estilo marcante e envolvente.

Honda HR-V teto rebaixado

Na versão EXL, as maçanetas dianteiras externas, são cromadas e os espelhos retrovisores são rebatidos eletricamente.

Apesar de não oferecer nem como opcional a tração nas quatro rodas, a Honda posicionou o HR-V no segmento de utilitários esportivos compactos.

Espaço Interno: Honda HR-V

Internamente, as impressões são bastante positivas, tanto pela qualidade do acabamento, quanto pelo amplo espaço interno.

Leia também ...   Up Tsi: nele potência e economia caminham lado a lado

Com 2,61 m de entre eixos e assoalho traseiro plano, ele entrega espaço generoso e consequentemente muito conforto aos seus ocupantes. Nele, viajam 5 pessoas com bastante comodidade.

Desde o modelo de entrada, o Honda HR-V disponibiliza ajuste de altura manual do banco do motorista e volante com ajuste de altura e profundidade.

O console central do Honda HR-V é outro destaque, o apoio de braços pode ser ajustado conforme sua necessidade e abaixo dele encontramos um bom porta objetos.

Ainda falando no console, encontramos a manopla de câmbio pequena e com boa pegada.

Logo atrás do comando de marchas, temos a nossa disposição o freio de estacionamento elétrico e posterior a ele está o botão de acionamento do assistente de partida em rampas.

A central multimídia só é oferecida na versão mais cara. É completa, colorida e sensível ao toque.

A tela, permite que você navegue utilizando os dedos para puxar as imagens como se fosse num smartphone. É possível se conectar a internet e você pode conectar seu celular e acessar a galeria de fotos, ouvir músicas, enfim, várias funções muito interessantes, principalmente para os apaixonados por tecnologia.

O navegador entrega o RDS vinculado ao GPS, que indica como está o trânsito sem precisar estar conectado ao seu celular. A má notícia é que esse sistema infelizmente não funciona em todas as cidades do país.

Honda HR-V: Belo painel

Para fechar o assunto multimídia, afirmo que a definição da imagem da câmera de ré é muito boa.

Outro detalhe bonito e tecnológico na versão top de linha é o ar-condicionado automático digital, ele conta com comandos sensíveis ao toque. O sistema é o mesmo que equipa o Honda City. Deseja saber mais do Honda City. Será que o Novo Honda City EXL 2016 é uma boa compra?

Seu funcionamento é muito fácil e intuitivo, pena que nem na versão mais cara, a Honda dá a opção de você ter o ar-condicionado de duas zonas.

As conexões USB, HDMI e 12 volts ficam escondidos embaixo do console central e a posição para utilizá-los é um tanto desconfortável.

Porém, o Honda HR-V tem duas conexões USB, o que é muito bom, pois, você pode conectar pendrive numa e a outra pode servir para você carregar a bateria do seu celular, por exemplo.

Gostei muito do tamanho do volante do Honda HR-V, pois, ele tem o diâmetro ideal, além disso, a pegada é muito boa.

O revestimento do volante é em couro e na versão mais cara encontramos na direita, os comandos do piloto automático e na esquerda temos os comandos do sistema de som.

Ainda na esquerda, separadamente você encontrará os comandos de viva voz.

Leia também ...   Siena 1.0 Receita simples: Mecânica confiável, porta malas generoso e preço acessível.

Logo atrás do volante, você encontrará as borboletas para as trocas simuladas de marcha.

O quadro de instrumentos tem leitura fácil e boa visibilidade, da esquerda para direita temos o conta-giros e a posição do câmbio, ao centro o velocímetro e na direita temos uma tela em LCD com os indicadores de nível de combustível, temperatura externa, temperatura do motor, relógio, consumo instantâneo e computador de bordo.

Ao lado do carona, encontramos 3 saídas de ar no painel que são incomuns, mas o visual agrada.

O porta-luvas tem acabamento interno muito simples e para piorar não oferece luz de cortesia, num carro desse porte, parece brincadeira de mal gosto, vocês concordam?

Em compensação, o pára-sol oferece espelho e luz de cortesia para o motorista e passageiro. Além disso, temos duas luzes de leitura logo abaixo do retrovisor interno e mais uma luz de cortesia no meio do carro.

O acabamento do painel de portas é diferenciado na versão EXL, nela temos revestimento em tecido, couro sintético e plástico, a maçaneta é cromada.

Nas portas também temos porta-garrafas e o que me surpreendeu positivamente, foi verificar que os 4 vidros tem função automática.

Na versão EXL do Honda HR-V os bancos são revestidos em couro e pensando na segurança, além do Isofix, todos os ocupantes contam com apoio de cabeças e cinto de segurança retráteis de 3 pontos.

Na versão mais cara, além do ABS com EBD o Honda HR-V vêm equipado com os importantes controles de estabilidade e tração.

Para reforçar e fechar o quesito segurança, o Honda HR-V vem equipado com airbags laterais.

Para quem viaja na parte traseira do veículo, o Honda HR-V presenteia seus passageiros com uma tomada de 12 volts e com porta revistas.

Será que vale a pena comprar um Lifan X60? Veja o que dissemos.

Honda HR-V: Porta-malas

O porta-malas tem boa capacidade, são 437 litros de espaço destinado a bagagem. Nesse quesito, perde para a Renault Duster que oferece 475 litros.

Mas, no Honda HR-V o acabamento interno do porta-malas é muito superior ao do Renault.

Uma função interessante no interior do porta-malas é que estando com a tampa aberta, você pode apagar a luz de cortesia, se quiser.

Encerrando o assunto, não posso esquecer de mencionar que com os bancos rebatidos, a capacidade de carga ultrapassa os 1.000 litros.

Honda HR-V amplo espaço para bagagens

O Honda HR-V segue a mesma praticidade do seu irmão, o Honda Fit, disponibilizando o rebatimento total de todos os bancos, exceto o do motorista.

Consumo do Honda HR-V

O motor do Honda HR-V já é bastante conhecido, ele é o mesmo que equipa o Honda Civic. O propulsor 1.8 Ivetec dispensa o reservatório de partida a frio.

Com etanol ele render 139 cavalos de potência, na gasolina 140 cv e seu torque máximo é de 17,4 kgfm, que só é alcançado aos 5 mil rpm.

Leia também ...   Renault Logan 1.0 - Será que agrada no dia a dia?

O consumo médio é bom, mas, poderia ser melhor:

Etanol

Cidade: 7,1 km/l
Estrada: 8,5 km/l

Sabe como dirigir economicamente?

Dirigindo o Honda HR-V

A suspensão, dispensa comentários. O acerto privilegia o conforto sem perder a estabilidade nas curvas.

O desempenho é bom, o motor em companhia do câmbio fazem o carro se desenvolver sem muitas dificuldades. Contudo, o ruído interno em algumas situações chega a incomodar.

Com o câmbio na posição sport, o ruído do motor invade a cabine sem pedir licença e se você prefere um rodar mais silencioso, certamente não gostará do barulho quase insuportável dependendo do seu modo de guiar.

Achei o diâmetro de giro ruim, ele não esterça muito. Então, você será obrigado a manobrar mais que o normal em ruas estreitas.

A posição de dirigir elevada, o conforto da direção elétrica com um volante pequeno, aliada a um comportamento muito bom da transmissão CVT, fazem toda a diferença no dia a dia e tudo isso torna a condução Honda HR-V muito prazerosa.

Colocando na ponta do lápis o Honda HR-V tem mais prós do que contras.

Entretanto, ele fica devendo equipamentos que já estão disponíveis até mesmo em carros mais baratos. Senti falta de acendimento automático dos faróis e acionamento automático dos limpadores.

Além disso, um carro dessa categoria devia trazer de série o retrovisor fotocrômico que além de deixar a condução a noite mais agradável, nos confere mais segurança.

Como o Honda HR-V é produzido aqui no Brasil em Sumaré-SP, o seguro total pode ser mais barato se compararmos a seus concorrentes importados.

Quer dicas para pagar o menor valor do mercado na hora de contratar um seguro?

Finalmente

Enfim, apesar desses detalhes o Honda HR-V apresenta mais qualidades do que defeitos.

Ele oferece ótima dirigibilidade é um carro com design muito moderno, bem resolvido e atraente.

Honda HR-V traseira moderna e atraente

E o mais importante: Oferece um conjunto mecânico muito confiável.

Como ainda é muito procurado, seu preço no mercado de seminovos é de difícil negociação, mas, não custa tentar.

Lembando que, apesar da fama de inquebrável dos veículos Honda, o modelo escolhido deve passar por um profissional caso você não se sinta seguro para avaliar.

Afinal, o carro que você está prestes a comprar, pode ser batido. Você sabe como identificar?

Venda de carros usados, saiba como perder menos dinheiro ao negociar.

Se estiver tudo certo com o carro, feche negócio! Depois é só seguir atentamente o plano de revisões e aproveitar o seu HR-V.

Agora se você estiver com menos dinheiro, uma boa opção seria a Ford Ecosport.

Jac T6, você quer mais por menos?

Leia Também


Ronaldo Mendes
Ronaldo Mendes

“Ler sobre carros sempre foi minha paixão, eu sempre ajudei amigos e familiares a decidir a compra de um carro, agora estou conseguindo fazer isso com muito mais pessoas, é um grande prazer”.