HB20: Um dos veículos que mais causou mais expectativa antes e durante seu lançamento ao longo de todos esses anos que acompanho o mundo automobilístico.

Hoje ele é um dos carros mais vendidos do Brasil.

Sim, estou falando do Hyundai HB20.

É com ele que fiz um teste drive no início desse ano

HB20: Visual ainda moderno

GUIA RÁPIDO: Como Comprar Seu Carro

A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre o Mercado de Carros

​Preencha seus dados para receber o LINK do guia em PDF.

Então, se quiser saber minhas impressões ao dirigir, continue comigo nas próximas linhas para saber o motivo desse pequeno hatchback da marca coreana fazer tanto sucesso por aqui.

Sou apaixonado por carros desde que nasci.

E nunca vi tanta expectativa e ansiedade para um lançamento de carro como foi com o Hyundai HB20.

Confesso que antes do lançamento, eu também fiquei com vontade de comprar.

Fato é que o tempo passou e acabei mudando os interesses.

Hoje considero seu design ainda muito atraente.

Minha irmã comprou recentemente um HB20S Turbo, ainda postarei aqui no blog o que acho desse modelo.

Porém, o HB20 que dirigi no início de 2018 é um com motorização de 1600 cilindradas.

Ficou curioso?

Vem comigo para conhecer minhas impressões sobre o HB20 1.6 modelo 2016:

Após 3 anos do seu lançamento, o HB20 na linha 2016 passou pela sua primeira reestilização.

E foi a versão reestilizada que dirigi hoje para postar minhas impressões aqui no blog.

Já falei sobre o HB20S em outro artigo, para conferir clique aqui.

A boa notícia é que de lá para cá, o HB20 ganhou melhorias.

Para começar, o consumo hoje é melhor, na linha 2016 ele passou da nota B para nota A no programa brasileiro de etiquetagem veicular do Inmetro, isso no caso do motor 1.6

Leia também ...   Novo Honda City EXL 2016: confiança, conforto e economia

O motor 1.6 passou por melhorias para reduzir o atrito interno das peças e ganhou também pneus verdes.

Só com essas alterações, segundo o fabricante, ele ficou em média 6% mais econômico na versão com câmbio manual de 6 marchas.

Também, 6,5% mais econômico na versão automática com 6 marchas.

Então, se você quer um HB20 que consuma menos combustível, opte pela versão com 6 marchas.

Carros usados: Vale a pena comprar?

Vale lembrar que mesmo na linha 2016, as versões 1.0 exceto a 1.0 turbo, continuaram sendo equipadas com a transmissão manual de 5 marchas.

O motor 1.6 do HB20 continua desenvolvendo 128 cavalos de potência e 16,5 kgfm de torque quando abastecido com etanol.

Na linha 2016 do HB20 a Hyundai abandonou o velho tanquinho para auxiliar a partida a frio.

Lamentavelmente nas versões 1.0 o reservatório continua lá.

Quer dicas para pagar menos no seguro do seu carro?

HB20 com câmbio de 6 marchas

De todas as mudanças da linha 2016 a meu ver, a mais importante é a nova transmissão.

Os modelos até 2015 contavam apenas com um câmbio manual de 5 e automático de 4 velocidades.

Demorou, pois, o HB20 principalmente o automático merecia essa mudança a muito tempo.

Essa evolução rende mais economia e conforto, principalmente quando falamos da versão automática, que traz a partir da linha 2016 duas velocidades a mais.

Carros usados com câmbio automático: Podemos confiar?

Dirigindo o HB20

Dirigi a versão intermediária Comfort Style, que no mercado de usados tem um valor de mercado bastante interessante.

O HB20 1.6 continua com bom desempenho, e os engates das marchas são bem precisos.

A direção nessa versão é hidráulica, mas é leve, lembrando até o comportamento de uma direção elétrica, ela é muito confortável.

O problema é que ela não é progressiva como a maioria das direções elétricas modernas.

Isso em altas velocidades acaba incomodando um pouco, além de tornar a condução perigosa.

Leia também ...   Palio Dualogic - vale a pena optar pelo hatch automatizado da Fiat?

De uma maneira geral, achei boa a posição de dirigir, a ampla área envidraçada permite boa visibilidade.

Porém, o ajuste de altura do banco do motorista feito por roldanas não é eficiente.

Ele eleva a altura apenas da frente do assento, na verdade apenas inclina, o que considero ser terrível para pessoas de baixa estatura.

A suspensão do HB20 prioriza o conforto, ela também em algum momento recebeu melhoria em relação as versões anteriores.

Seu comportamento está bem diferente, está mais suave quando comparamos o modelo 2016 com as primeiras unidades fabricadas.

Dirigindo numa pegada mais forte, percebi que o desempenho não chega a empolgar, mas, está dentro do entregue pelos seus concorrentes diretos.

Conheça agora 5 itens que desvalorizam seu carro na revenda

HB20: Consumo na cidade

O HB20 que dirigi estava abastecido com etanol e segundo o computador de bordo, alcançou marcas de 7 km/l em ciclo urbano.

A versão Comfort Style já conta com novos rearranjos da lanterna traseira, faróis de neblina e rodas de liga leve aro 15 com novo desenho.

Você sabe como trocar as marchas para que seu carro consuma menos?

Interior

O interior do HB20 permanece sem alterações.

HB20: interior segue sem grandes alterações

A única novidade em relação ao modelo anterior é a nova padronagem do tecido dos bancos.

O rádio é bem completo com detalhe em cromado fosco.

Apesar do acabamento simples, os encaixes e arremates das peças são muito bons.

O ar-condicionado é manual, o digital automático só é oferecido na versão topo de linha.

Contudo, já na versão intermediária que dirigi, a regulagem do volante permite ajustes de altura e profundidade.

A versão top de linha, ganhou de uma central multimídia completa com tela de 7 polegadas que é bastante completa e deixa o interior mais bonito.

Na versão que dirigi o rádio é bem completo, com várias funções inclusive bluetooth, mp3 e com comandos no volante.

Leia também ...   Azera: Você tem certeza que vai arriscar?

Gostei da chave canivete que é bonita e possui abertura e fechamento a distância.

O mais interessante é que mantendo pressionada a tecla de travar as portas por alguns segundos, automaticamente os vidros sobem e quando a tecla destravar é pressionada, as 4 janelas também são igualmente abertas.

Como é o espaço interno do HB20?

O espaço traseiro é comum como em outros compactos, ou seja, conforto mesmo no banco traseiro só para dois passageiros.

Para piorar o ocupante do banco central, não conta com apoio de cabeça e nem cinto retrátil de 3 pontos.

No porta-malas a surpresa é que a versão Comfort Style é equipada com iluminação interna.

Falando nisso, o espaço para bagagens é de 300 litros e os bancos não são bipartidos.

HB20: 300 litros de capacidade no porta-malas

Se você deseja um HB20 mais equipado, pule para a versão Premium que pode trazer airbags de cortina, bancos em couro e central multimídia.

A versão topo de linha ainda é cara mesmo no mercado de usados e apesar do preço elevado, esses carros não saíam com os importantes controles de estabilidade e tração.

Agora, se você não faz questão de tantos equipamentos e quer mesmo um HB20 na sua garagem, a versão intermediária é a melhor escolha.

Finalmente

O HB20 1.6 Comfort Style 2016 é um carro interessante.

HB20: bom desempenho, mas, nada que empolgue

Seu visual renovado lhe deixou mais simpático.

Além disso, ele vem com bons equipamentos e conjunto mecânico bastante atraente.

O obstáculo realmente é o preço elevado.

Antes de se decidir, pense também:

C3

Etios

208

E não esqueça:

Não compre por impulso

Faça um test drive

E, antes de fechar negócio avalie muito bem todos os pós e contras, para saber qual é carro ideal para seu dia a dia.

Se tiver dificuldades para avaliar o carro, chame um amigo ou melhor ainda, um profissional para que você não compre gato por lebre.


Ronaldo Mendes
Ronaldo Mendes

“Ler sobre carros sempre foi minha paixão, eu sempre ajudei amigos e familiares a decidir a compra de um carro, agora estou conseguindo fazer isso com muito mais pessoas, é um grande prazer”.